#invisibilidade

1,063 posts

Loading...
Aprenda a identificar preconceitos. Link na bio! #lgbt #homofobia #bifobia #transfobia #preconceito #ignorancia #medoirracional #zonadeconforto #odio #agressividade #violencia #assedio #desrespeito #desconfiança #desconforto #medoirracional #medo #hostilidade #invisibilidade #insegurança Coaching e Atendimento Psicológico Online via: WhatsApp: +55 34 9-9139-5512 Skype: luxlgbt E-mail: atendimento@luxlgbt.com.br
Desculpe meu sumiço Sou uma alma perdida Sou uma luz não seguida Sou alguém desprovida De tudo Sou poeira e solidão Sou vento leve e paixão Sou pequena na imensidão De mundo Por vezes quero existir Por vezes quero sumir Por vezes me consumir Me acabar Nenhum olho pode me ver Ninguém consegue saber Não há como perceber O imenso vazio Onde meu coração Está #desprovidadetudo #palavras #sentimentos #solidão #frases #pensamentos #poema #poesia #textopoetico #solidao #emoção #vazio #vida #medo #invisibilidade #dor #serradaibiapaba #ceara
A exposição de ontem no espacio uruguay tem como viés as pessoas invisíveis em nossa sociedade. Tudo impecável!!! #exposicao #invisibilidade #brasil #estilista #saopaulo @divinacriacaooficial #obme
De ontem, bate-papo do RD SUM na Resultados Digitais, sobre a invisibilidade e a superexposição da pessoa com deficiência, comigo, com a querida Isadora Meirelles (@isa.meirelles ), gestora de comunicação corporativa da empresa na unidade de SP, e a mediação do amigo e ativista Vinícius Schmidt (@euemeujoelho ), gestor de talentos na área de Diversidade e Inclusão da empresa. Momento super produtivo e descontraído, com bastante aprendizado sobre a realidade das PCDs. Obrigado ao Vinícius e à @resdigitais pela oportunidade 😉👍 #RD #RDSUM #PCD #invisibilidade #superexposicao #representatividade #diversidadeeinclusão #nadasobrenóssemnós
"As mulheres deveriam ter direito a mais horas de sono porque lutar contra o patriarcado cansa demais." @joannamaciel.art . . Some à luta feminista o eterno equilibrar de pratos na vida de uma mãe feminista que é: . ➡️dar conta de um relacionamento com um homem que, na maioria das vezes, é imaturo emocionalmente porque o patriarcado o criou envolto em privilégios que o protegeram de seu caminho de amadurecimento. . ➡️ dar conta de ser mãe, incluindo todo o cansaço que isso representa, lidando com todas as cobranças de que sejamos mães perfeitas, com a gigante culpabilização, a falta de apoio, a solidão e a invisibilidade maternas. . ➡️ dar conta de estudar e se informar constantemente para direcionar a parentalidade do casal pra que os filhos sejam criados com menos influências machistas, em uma criação mais respeitosa e tenham exemplos de igualdade de gênero em casa. . . Cansou só de ler? (isso sem mencionar dar conta de ser uma profissional e de cuidar de si) Pois é. Imagina viver isso. Dia após dia. Esse é o malabarismo materno-feminista diário. Se você é pai, é namorado ou marido, reflita sobre isso. Como você pode contribuir (já!) pra transformar essa realidade? . . #feminismo #parentalidadeconsciente #maededuas #maesfeministas #maefeminista #cargamental #invisibilidade #materna #maternidade #maternidadeativa #maternidadereal #womenpower #girlpower #paifeminista
AUTISTA ADULTO Por mais que grande parte da sociedade não os veja, os autistas adultos existem. As crianças se tornam adolescentes que se tornam adultos e, mais tarde, idosos autistas. O autismo não termina com a infância. O autismo acompanha o autista durante toda a sua vida. O que muda é seu grau de desenvolvimento nas áreas da comunicação, da socialização e do comportamento. É correto afirmar que a maior parte dos autistas progride com a idade, melhoram sua capacidade cognitiva e comportamental pela experiência ou pela estimulação contínua, podem superar muitas limitações. Faz-se necessário que o ambiente em que vivem, reconheça tal progresso e siga incluindo a pessoa autista. Sugestões de assistência na idade adulta: AUTISMO LEVE: – Mediação durante a escola ou curso superior – Terapia (cognitiva comportamental, ocupacional, fonoaudiológica) – Acompanhamento na entrada no mercado de trabalho – Estímulo a interações sociais que promovam a comunicação. AUTISMO MODERADO E SEVERO: – Terapia ocupacional – Fonoaudiologia – Terapia da Comunicação Facilitada; Comunicação através de símbolos gráficos; desenhos; sinais – Terapia individual no lar. – Acompanhamento em tarefas simples. #Psicologia #CognitivoComportamental #AutismoAdulto #Invisibilidade #Tea
Segundo o relatório "A Criança no Centro: Um Retrato das Infâncias na cidade de SP de 2017" 77.290 crianças e adolescentes estão em situação de abuso, negligência e exploração. Deste total, 2,25% são do Centro. Das crianças de 7 a 11, 19% declararam dormir com fome ou não souberam responder essa questão. No grupo de 12 a 17 anos, 8% afirmaram que dormem com fome. . Essas crianças e adolescentes vivem as consequências negativas das desigualdades sociais, da pobreza e da exclusão, fraqueza/falta dos vínculos familiares e afetivos. Também entram na vida adulta precocemente, sem acessar ou mesmo conhecer os direitos básicos para viver de forma digna. Diante dessa realidade, o trabalho infantil, as drogas e as atividades ilícitas aparecem como resposta às suas “ausências”. Trecho do Relatório. Fonte: Observatório do Terceiro Setor.. . Já segundo o relatório “Pobreza na Infância e na Adolescência” do UNICEF: 6 em cada 10 crianças e adolescentes brasileiros vivem na pobreza. 32 milhões de meninas e meninos (61%) vivem na pobreza, em suas múltiplas dimensões. . As privações de direito também afetam de forma diferente cada grupo de meninas e meninos brasileiros. Os adolescentes têm mais direitos negados (58% para o grupo de 11 a 13 anos, e 59,9% para os de 14 a 17 anos) que as crianças mais jovens (39,7% para o grupo de até 5 anos e 45,5% para as crianças de 6 a 10 anos). Fonte: Nações Unidas @onubrasil . . #educação #meninosemeninas #pobreza #meninos #meninas #onu #onubrasil #unicefbrasil #educacaoinfantil #crianças #saopaulo #invisibilidade #desigualdadesocial
“Cuando hablamos de sinhogarismo estamos nombrando, además de una situación de pobreza extrema, también una terrible situación de exclusión social, de soledad, invisibilidad y otras terribles circunstancias que acompañan a las personas que viven en la calle. Es muy importante el concepto y el uso de la palabra sinhogarismo: para poder hacer visibles los factores económicos, políticos y sociales que hacen que hoy 31.000 personas no tengan garantizado el derecho a una vivienda digna” El País Fotografías: Jon Tyson y Mika #sinhogarismo #sinhogar #pobreza #pobrezacero #extremapobreza #hogar #viviendadigna #exclusionsociale #exclusión #exclusiónsocial #soledad #invisibilidade #invisibilidad #integración #integraciónsocial
AUTISTA ADULTO Por mais que a sociedade não goste de vê-los, os autistas adultos existem. As crianças se tornam adolescentes que se tornam adultos e, mais tarde, idosos autistas. Onde estão? O quê fazem? Quem os vê? O autismo não termina com a infância. O autismo acompanha o autista até o fim de seus dias. O que muda é seu grau de desenvolvimento nas áreas da comunicação, da socialização e do comportamento. É correto afirmar que a maior parte dos autistas progride com a idade. Seja pela experiência ou pela estimulação contínua, eles podem superar muitas limitações. Ao contrário dos neurotípicos, os autistas vão melhorando sua capacidade cognitiva e comportamental com a idade. Faz-se necessário que o ambiente em que vivem, reconheça tal progresso e siga incluindo a pessoa autista. Sugestões de assistência na idade adulta: AUTISMO LEVE: – Mediação durante o curso superior – Terapia (cognitiva, ocupacional, fonoaudiologia/impostação de voz) – Acompanhamento na entrada no mercado de trabalho – Cursos de comunicação e interação social. AUTISMO MODERADO E SEVERO: – Terapia ocupacional – Fonoaudiologia – Terapia da Comunicação Facilitada (CF); métodos Teacch, Pecs; comunicação através de símbolos gráficos; desenhos; sinais – Terapia individual no lar ou num centro específico para adultos autistas (Centros Especializados para Autistas Adultos). – Acompanhamento em tarefas simples (em casa ou no C.E.A.A.) – Moradia assistida – parcial ou integral. É preciso que as entidades governamentais identifiquem a problemática do autismo na idade adulta e hajam de acordo, pois o autismo cresce e envelhece. As crianças autistas de ontem são os autistas adultos de hoje. As crianças autistas de hoje serão os autistas de amanhã. Autistas são crianças durante dezoito anos, mas serão adultos durante toda a vida. A sociedade, através de seus órgãos responsáveis, tem o dever de tirá-los da invisibilidade. Texto: @fatimadekwant #autismoadulto #invisibilidade #tea #autismoleve #autimates #fatimadekwant
#dia92 Invisibilidade (3) Mudar o olhar é uma desconstrução, dá trabalho e não é de um dia pro outro. Levantei uma questão no primeiro post, fiz uma pergunta no segundo. Nesse quero trazer o outro lado, o dos "invisíveis". É óbvio que nenhuma outra pessoa tem a ver com isso, que fomos educados a gostar do que é comum e simples. Mas é só uma característica, não é o todo. As pessoas não tem coragem de assumir relacionamentos (amorosos ou não) porque acreditam que a vida se tornou plástica e uma tela de telefone com uma foto bonita. As borboletas só são belas porque passaram por uma transição e um casulo. Relações só se constroem se você for capaz de esperar a maturação do casulo. Se entender que isso é o que fortalece a beleza e a leveza. Se tiver coragem. Não somos "invisíveis". Somos muito mais do que uma caracaterística. Mas vc só vai saber se olhar além. É desta forma que você gostaria que os outros te olhassem, como uma característica? Porque dói, dói um ser humano tão múltiplo ser considerado uma coisa só. Licença poética para um trechinho de uma música: "Pare e pense no que já se viu. Pense e sinta o que já se fez. O mundo visto de uma janela, pelos olhos de uma criança". Crianças são amor. Elas só são cruéis se você as ensiná-las. Olhe para o "invisível" como uma criança, sabendo que existe uma história por trás. Você espera um país e um mundo melhor. Cobra isso dos políticos. Mas e você, está fazendo a sua parte? Pare de tratar tudo que não é você como diferente. Quem foi que disse que não é você o diferente? 👀 Entrego, confio, aceito e agradeço ☘ . . . . . . #invisibilidade #outroolhar #olharessinceros #olharenaover #sororidade #dialogo
A edição de novembro da revista Política Democrática online chega ao público nesta quarta-feira (21) com dez artigos e entrevista exclusivos sobre o panorama político brasileiro após as eleições. Traz também uma reportagem especial sobre o drama de pessoas em situação de rua na capital do país. Produzida e editada pela Fundação Astrojildo Pereira (FAP), a publicação foi feita com muita dedicação para levar conteúdo de qualidade pra você! Acesse o nosso site e navegue pela revista. Ótima leitura! :D #políticademocrática #revista #jornalismoderevista #magazine #política #eleições #oposição #brasília #invisibilidade social #pessoasemsituaçãoderua #moradoresderua #Bolsonaro #bolsonaro2018 #PauloGuedes #brasil #Esplanada #fap #fundacaoastrojildo #fundação #artigos #análisepolítica #PPS #PSDB #PT #ContressoNacional #direita #esquerda #RobertoFreire #SergioAbranches
|As barreiras invisíveis da separação| Foi só depois da leitura do livro "Quarto de Despejo: diário de uma favelada" da Carolina de Jesus, que eu me fiz uma perguntinha. Por que será que existe tanta Desigualdade no Brasil? Pela primeira vez, percebi que existia gente mais pobre que eu. Eu tinha 10/11 anos. Aquele livro me marcou profundamente e deixou no meu subconsciente essa perguntinha que volta e meia aparecia (Vôti) sem eu entender direito. Lá estava eu fazendo Ciências Sociais e indo fazer pesquisa de campo num bairro periférico (chamado de favela) em João Pessoa. Já repararam na bruta diferença sócioespacial que vemos por aí nas cidades? Adoro a narrativa do quadrinista Will Eisner sobre as cidades e o seu olhar sensível sobre o caos dos centros urbanos e, apesar de tudo, nas relações humanas que ainda resistem em um lugar tão cheio de superficialidade. E pra não ir tão longe, o cá nosso Lima Barreto e sua crítica ferrenha social. Existe melhor? De todo modo, seja o tempo que eu caminhava no São José pra uma pesquisa qualquer, os livros por aí aos montes que falam sobre isso e aquilo da separação social, existe melhor livro que o mundo? O mundo tá aí, separado pras vistas ver e enxergar. A questão é: até quando? E sobre a separação entre Campo X Cidade? Vixiiii, Maria, haja foto pra falar disso. (Rs) Foto: pode não representar nada, mas pode representar o retrato social brasileiro. Lá eu (mulher e pele clara) de um lado, os trabalhadores da fazenda (homens e pele escura) do outro e, no centro, o fazendeiro com os funcionários do ICMBIO (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - Ministério do Meio Ambiente) . As razões por trás da foto: trilha de reconhecimento para futura abertura do Parque Serra das Lontras, Arataca, Bahia. . . O que o teu mundo têm te mostrado que você ainda teima em não ver? .. .. .. #trilhas #criticasocial #campo #cidades #desigualdadesocial #separacao #sociologia #invisibilidade #viajantes #consciencia
O dia 20 de Novembro refere-se ao #ASSASSINATO do herói Zumbi dos Palmares. A data simbólica ainda se faz necessária pois vivemos em um contexto de invisibilidade do negro, numa sociedade onde ainda pulsa desigualdades raciais. A cena contemporânea pede que se criem estratégias de resistência. Ousadia, audácia e insubordinação para se lutar contra essa negação da negritude. Ser minoria não é fácil e o discurso de "universalidade e da Igualdade" perante a Lei torna essa realidade ainda mais cruel:"Se você não prospera, a culpa é sua! Nascemos iguais e livres." Será? Será mesmo que nascemos iguais e livres? Concretamente, como isso se constitui? Em 2017 no Ceará foram registrados 8 chacinas, deixando 46 mortos. Até julho de 2018 já haviam sido registrados 7 chacinas, deixando 48 mortos! Em 7 meses o número de mortos já era maior que todo o ano passado. Os jovens negros e pobres estão sendo exterminados! Um verdadeiro holocausto na periferia. E isto é uma tendência nacional, infelizmente. NÃO FOI ACIDENTE! Vidas negras importam! Ainda há muito o que lutar! Ainda há muito o que se libertar nessa ABOLIÇÃO INACABADA! . #negritudes #negros #zumbi #diadaconsciencianegra #exterminio #holocausto #jovens #morteevidaseverina #vidasimportam #resistência #invisibilidade #naovoumeadaptar #lutas #chacina #favela #abolição #quilombolas #Autoconhecimento #autoestima #bellaciao #revolucao #escravo #palmares #livre #liberto #liberdade
#Repost @sindrome_de_asperger_autismo (@get_repost ) ・・・ #Repost @fatimadekwant with @download_repost ・・・ AUTISTA ADULTO Por mais que a sociedade não goste de vê-los, os autistas adultos existem. As crianças se tornam adolescentes que se tornam adultos e, mais tarde, idosos autistas. Onde estão? O quê fazem? Quem os vê? O autismo não termina com a infância. O autismo acompanha o autista até o fim de seus dias. O que muda é seu grau de desenvolvimento nas áreas da comunicação, da socialização e do comportamento. É correto afirmar que a maior parte dos autistas progride com a idade. Seja pela experiência ou pela estimulação contínua, eles podem superar muitas limitações. Ao contrário dos neurotípicos, os autistas vão melhorando sua capacidade cognitiva e comportamental com a idade. Faz-se necessário que o ambiente em que vivem, reconheça tal progresso e siga incluindo a pessoa autista. Sugestões de assistência na idade adulta: AUTISMO LEVE: – Mediação durante o curso superior – Terapia (cognitiva, ocupacional, fonoaudiologia/impostação de voz) – Acompanhamento na entrada no mercado de trabalho – Cursos de comunicação e interação social. AUTISMO MODERADO E SEVERO: – Terapia ocupacional – Fonoaudiologia – Terapia da Comunicação Facilitada (CF); métodos Teacch, Pecs; comunicação através de símbolos gráficos; desenhos; sinais – Terapia individual no lar ou num centro específico para adultos autistas (Centros Especializados para Autistas Adultos). – Acompanhamento em tarefas simples (em casa ou no C.E.A.A.) – Moradia assistida – parcial ou integral. É preciso que as entidades governamentais identifiquem a problemática do autismo na idade adulta e hajam de acordo, pois o autismo cresce e envelhece. As crianças autistas de ontem são os autistas adultos de hoje. As crianças autistas de hoje serão os autistas de amanhã. Autistas são crianças durante dezoito anos, mas serão adultos durante toda a vida. A sociedade, através de seus órgãos responsáveis, tem o dever de tirá-los da invisibilidade. Texto: @fatimadekwant #autismoadulto #invisibilidade #tea #autismoleve #autimates #fatimadekwant
#Repost @fatimadekwant with @download_repost ・・・ AUTISTA ADULTO Por mais que a sociedade não goste de vê-los, os autistas adultos existem. As crianças se tornam adolescentes que se tornam adultos e, mais tarde, idosos autistas. Onde estão? O quê fazem? Quem os vê? O autismo não termina com a infância. O autismo acompanha o autista até o fim de seus dias. O que muda é seu grau de desenvolvimento nas áreas da comunicação, da socialização e do comportamento. É correto afirmar que a maior parte dos autistas progride com a idade. Seja pela experiência ou pela estimulação contínua, eles podem superar muitas limitações. Ao contrário dos neurotípicos, os autistas vão melhorando sua capacidade cognitiva e comportamental com a idade. Faz-se necessário que o ambiente em que vivem, reconheça tal progresso e siga incluindo a pessoa autista. Sugestões de assistência na idade adulta: AUTISMO LEVE: – Mediação durante o curso superior – Terapia (cognitiva, ocupacional, fonoaudiologia/impostação de voz) – Acompanhamento na entrada no mercado de trabalho – Cursos de comunicação e interação social. AUTISMO MODERADO E SEVERO: – Terapia ocupacional – Fonoaudiologia – Terapia da Comunicação Facilitada (CF); métodos Teacch, Pecs; comunicação através de símbolos gráficos; desenhos; sinais – Terapia individual no lar ou num centro específico para adultos autistas (Centros Especializados para Autistas Adultos). – Acompanhamento em tarefas simples (em casa ou no C.E.A.A.) – Moradia assistida – parcial ou integral. É preciso que as entidades governamentais identifiquem a problemática do autismo na idade adulta e hajam de acordo, pois o autismo cresce e envelhece. As crianças autistas de ontem são os autistas adultos de hoje. As crianças autistas de hoje serão os autistas de amanhã. Autistas são crianças durante dezoito anos, mas serão adultos durante toda a vida. A sociedade, através de seus órgãos responsáveis, tem o dever de tirá-los da invisibilidade. Texto: @fatimadekwant #autismoadulto #invisibilidade #tea #autismoleve #autimates #fatimadekwant
AUTISTA ADULTO Por mais que a sociedade não goste de vê-los, os autistas adultos existem. As crianças se tornam adolescentes que se tornam adultos e, mais tarde, idosos autistas. Onde estão? O quê fazem? Quem os vê? O autismo não termina com a infância. O autismo acompanha o autista até o fim de seus dias. O que muda é seu grau de desenvolvimento nas áreas da comunicação, da socialização e do comportamento. É correto afirmar que a maior parte dos autistas progride com a idade. Seja pela experiência ou pela estimulação contínua, eles podem superar muitas limitações. Ao contrário dos neurotípicos, os autistas vão melhorando sua capacidade cognitiva e comportamental com a idade. Faz-se necessário que o ambiente em que vivem, reconheça tal progresso e siga incluindo a pessoa autista. Sugestões de assistência na idade adulta: AUTISMO LEVE: – Mediação durante o curso superior – Terapia (cognitiva, ocupacional, fonoaudiologia/impostação de voz) – Acompanhamento na entrada no mercado de trabalho – Cursos de comunicação e interação social. AUTISMO MODERADO E SEVERO: – Terapia ocupacional – Fonoaudiologia – Terapia da Comunicação Facilitada (CF); métodos Teacch, Pecs; comunicação através de símbolos gráficos; desenhos; sinais – Terapia individual no lar ou num centro específico para adultos autistas (Centros Especializados para Autistas Adultos). – Acompanhamento em tarefas simples (em casa ou no C.E.A.A.) – Moradia assistida – parcial ou integral. É preciso que as entidades governamentais identifiquem a problemática do autismo na idade adulta e hajam de acordo, pois o autismo cresce e envelhece. As crianças autistas de ontem são os autistas adultos de hoje. As crianças autistas de hoje serão os autistas de amanhã. Autistas são crianças durante dezoito anos, mas serão adultos durante toda a vida. A sociedade, através de seus órgãos responsáveis, tem o dever de tirá-los da invisibilidade. Texto: @fatimadekwant #autismoadulto #invisibilidade #tea #autismoleve #autimates #fatimadekwant
#dia91 Invisibilidade (2) Andei conversando com muitas pessoas sobre invisibilidade e ouvi muitos relatos. Casos totalmente diferentes, mas com igual "cegueira". Quando escutamos e ouvimos, a mágica acontece. Somos múltlipos e únicos. Estamos tão acostumados a nos agrupar que esquecemos como pensamos diferente até quando temos as mesmas ideias. Sentimos as mesmas dores, até quando pensamos que elas são somente nossas. Infelizmente só abrimos o olhar quando passamos por algumas situações ou quando pessoas próximas passam. Percebi que não falamos em público sobre nossas neuras ou sobre situações constrangedoras - talvez pela boa e velha vergonha. Afinal, as redes sociais são para pessoas felizes, sem defeitos e vitoriosas certo? Dar a cara aqui, de verdade, é para poucos. É preciso coragem. Assim como é preciso coragem para pensar diferente. A invisibilidade começa no nosso próprio espelho, quando insistimos em não olhar para nós mesmos. Olhar e ver, defeitos e qualidades. Não aqueles que todo mundo conhece, mas esses que você esconde até de você mesmo. Comece a semana olhando pra você, de verdade: você é uma característica, um rótulo, ou consegue enxergar aquilo que você mesmo não tem coragem de explorar? 👀 Entrego, confio, aceito e agradeço ☘ . . . . . . #invisibilidade #outroolhar #olharessinceros #olharenaover #sororidade #dialogo
A extraordinária exposição “Mulheres Radicais: arte latino-americana, 1960-1985”, aconteceu de 18 de agosto até ontem, na Pinacoteca do Estado de São Paulo. Iniciou turnê nos EUA, no Hammer Museum, em Los Angeles, seguindo para o Brooklyn Museum, em New York. O Brasil é o primeiro país da América latina a receber a exposição. 🇧🇷 Fruto de 8 anos de pesquisa das curadoras Cecilia Fajardo-Hill e Andrea Giunta, a mostra traz à luz, linguagens pioneiras e desdobramentos contemporâneos, de 118 artistas mulheres, de 15 países diferentes, na tratativa desse recorte temporal vivido entre guerras e ditaduras.✊ Com cerca de 280 obras - pinturas, esculturas, fotografia, performance, instalação e vídeo - foi dividida em 9 temas: Autorretrato; Paisagem do Corpo; Performance do corpo; Mapeando o corpo; Resistência e medo; O poder das palavras; Feminismos; Lugares sociais; O erótico; Para além da figura feminina criada pelo patriarcalismo, trouxe os primeiros registros da época, da representação da mulher por sua própria perspectiva, dimensões existenciais, e lutas pela ocupação de lugares sociais (historicamente negados) e pela posse de si: a consciência do corpo político. ♥️ * * * #mulheresradicais #art #arte #mujeresradicales #rebel #invisibilidade #pioneiras #resistência #resist #brasil #sororidade #contemporaryart #feminismo #amazing #sp #historiadaarte #grlpwr #artecontemporanea #camilasiufi #supernovaarts
Sempre que piso em solo paulistano minha sensação é a mesma: me sinto invisível. Porém, essa tal ‘invisibilidade’ não se assemelha em nada a um superpoder que eu teria adquirido ao respirar o ar tóxico de São Paulo ou, por descuido, ter caído no rio Tietê. Ela vem do fato das pessoas que estão por lá me olharem, mas não me enxergarem. [Texto completo no link da bio] . . . . . . . #saopaulo #sp #invisibilidade #desigualdadesocial #marginalizacao #empatia #galeriadorock #sociedade #diariodeumhomemnegro #papopreto #spinvisivel
Olhares sobre o refúgio Até dia 16 de dezembro fica em cartaz Obrigado Robson pelas as fotos ficaram show e revela a emoção de assinar a curadoria de projeto incrível #Repost @robsoncotait • • • Lançamento exposição "Olhares sobre o refúgio" Sabores em Refúgio 2018 @senacsaopaulo @senac.osasco @dingosdelbarco1 #expo #exposicao #olharessobreorefugio #refugio #dingos #dingosdelbarco #saboresemrefugio2018 #saboresemrefugio #invisibilidade #senacosasco #sescosasco #senacsp #instasenac #robsoncotait #cotait #deartistaparaartista #fotografosderua #streetphoto #like4like #instalike #instaart #instagram
Eu serei sempre grata a vida, pela oportunidade de trabalhar com vocês, conviver, aprender e partilhar vários momentos. Força, resistência e esperança meus meninos! A luta é grande. A luta para se torna sujeito de ação, pra existir nessa sociedade que exclui e oprime vocês. Enquanto houver opressão, seremos resistência! Levarei cada um(a) pro resto da vida, e terei pra sempre a lembrança feliz de conviver e lutar diariamente com vocês. A todos os colegas de trabalho, e em especial aos meus meninos. Um beijo no coração! #centroPop #populacaoemsituacaoderua #reducaodedanos #vidas #invisibilidade #lutadiaria #meusmeninos #saudades #amor #luta #resistencia #poderaopovo #politicaspublicas
#⃣NORMOSE . . . . ➡O invisível existe porque achamos tudo normal na nossa cultura... . ➡É normal andar apressado, é normal deixar tudo para a última hora, é normal tratar o outro como objeto, é normal valorizar o lucro, o poder, o dinheiro... . . . ✴Revolucionário nesse mundo é ser MUTANTE... É ser uma pessoa afetuosa, ética, espiritualizada, gentil, generosa, centrada na humanização de si e do outro. . . . ➡Mas de qual fábrica de humanos você provém? ➡Quais comportamentos estão na sua programação? Se conseguir ver isso pode se tornar um MUTANTE! @ribeirokessiane #normose #normóticos #mutante #pierreweil #psicologiatranspessoal #cultura #identidade #invisibilidade #desenvolvimentohumano #consciênciaampliada #empoderamento #unipaz #culturadepaz #mente #cérebro #comportamento #espiritualidade #inteligênciaemocional #conviver #alteridade #psicologia #sistêmica
A fórmula da invisibilidade 😆 #invisibilidade #fórmula #kiko #chiquinha #chaves #tardeboa #elchavodelocho #chespiritomania Se inscreva em nosso canal: youtube.com/turmadochaveschapolinng Siga: instagram.com/chespiritomania Curta: facebook.com/chavesnossasgravacoes
DICA DE FILME⠀ .⠀ É possível ressuscitar a cultura de um povo semi-extinto? Como resgatar uma identidade que se perdeu ao longo dos anos? O que faz de uma cultura um fenômeno vivo? O documentário 500 Almas, obra inaugural do italiano Joel Pizzini, tenta responder a essas perguntas ao contar a história dos Guatós, um povo indígena à beira do desaparecimento completo.⠀ .⠀ Com uma língua quase esquecida e uma cultura essencialmente oral, nunca documentada, os guatós foram diminuindo a partir dos contatos com os brancos e quase sumiram sem deixar rastros, não fossem as iniciativas de algumas missionárias de registrar suas histórias e documentar sua linguagem.⠀ O lento e difícil processo de reconstrução da identidade guató é um exemplo do impacto nocivo que a expansão da cultura europeia causou aos modos de vida dos povos americanos originários. Sem meios para registrar a própria existência e os costumes, defrontados com a diminuição considerável de seu povo, os guatós aos poucos foram deixando de ser, só retornando de fato à existência quando mecanismos de proteção e registro de suas culturas foram criados.⠀ .⠀ O professor Caetano Mondadori chama atenção para o fato de que a invisibilidade indígena e o processo histórico de exclusão e apagamento social vivido pelos povos originários brasileiros desde o descobrimento, além de tema central para a compreensão da realidade brasileira, é também um possível tema de redação para o Enem. Na revista lançada pela MONDADORI escola de redação no ano passado, assim como na edição desse ano, a questão indígena é abordada em duas grandes em reportagens.⠀ ⠀ #500almas #guatos #indigenas #povosoriginarios #invisibilidade #cultura #redação #estudante #enem
Sou mulher como todas nós, mãe, empresaria. Nos maquiamos, nos cuidamos e competimos num mundo tão cruel que beleza está na exposição. Não acho errado , porem nos fotografamos como pinturas e terminamos o dia sem alma e vazias como se fôssemos de fato! Expor não é um ato de vestir bem e nu está em todos nós na alma verdadeira e limpa . A DC entende a sua alma de mulher com atitude que somos mais belas que fotografia e temos uma alma que quer ser compreendida e comunicar com o mundo ! #somoslindasemuitomaisqueisso #mulher #cosmos #pinheiros #saopaulo #viessocial #invisibilidade #fashionista #fashion #estilista #bomdia #picture #fazerobem #quemfezsuasroupas #doencarara #alma #compredequemfaz #novembro #recomeco #almaleve #art
° Preta, Empoderada, No talentinho ela sabe que ahazza. Segura a pressão agora não tem mais jeito, eu entrei em ação se prepara pro desfecho 🎶🔥😉💜 #blackdiva #respeita #black #negra #desvende #visibilidade #EP1 #InVisibilidade #perolanegra #perl
#dia90 Invisibilidade (1) Você olharia pra alguém de muletas? Ou que mancasse? Não olhar por olhar, se interessar. Flertar, jogar um charme. Quando você sai, se tiver alguém de cadeira de rodas, você também olha? Curiosidade mesmo, ando perguntando para as pessoas sobre olhares normalmente "invisíveis". Cadeirantes, muletas, mancos, pessoas sem um braço ou uma perna, cegos... talvez a pergunta não deixe mais essas pessoas tão "invisíveis". Tenho voltado meu olhar pras pessoas "invisíveis". Usei exemplos de condições físicas, mas tem outras maneiras. Garis, por exemplo. Ou o jardineiro da rua. O camelô. O cara que entrega panfletos. As pessoas vivem reclamando que ou nunca se interessam por ninguém ou que tem muita gente babaca por aí (o que não deixa de ser verdade). Mas todo mundo segue a mesma cartilha. As pessoas olham mas não enxergam. Não tô dizendo que essas pessoas são melhores que outras, mas não são piores. São pessoas, com qualidades e defeitos, com histórias engraçadas e tristes. Pessoas. Mas de algum modo são "invisíveis". Sabe o que eu acho? Que as pessoas não exergam também porque não querem ser julgadas pelos outros. Tipo: "você é tão bonita(o), tá saindo com esse gordo(a) por que?". É muito louco isso. As pessoas precisam se desconstruir. Temos que levar essa pauta pra mesa do bar, pra roda de amigos. Mas essa "pesquisa" não é sobre certo e errado, é sobre despertar a consciência. A primeira resposta que ouço é: "tá tudo bem com você? Te fizeram alguma coisa?". E a questão é plantar essa sementinha, a famosa pulga atrás da orelha. Essa é o primeiro de uma série de 3 posts. Quero ouvir. Ler. Histórias que aconteceram com você ou que alguém te contou. Até mesmo o que você pensa sobre isso. Bora debater? 🙌 Entrego, confio, aceito e agradeço ☘ . . . . . . #invisibilidade #outroolhar #olharessinceros #olharenaover #sororidade #dialogo
next page →