natacha_o

Natacha Orestes

Mãe. Artista. Lésbica futurista. ▼ Conectologista. Autora do movimento #MulherArtistaResista . DJ #ProjetoHisteria . Fundadora da @sominasemusic.

Loading...
A sensação de ter um pedacinho seu gravado pra sempre em peles, dessa vez duas numa tacada só e do outro lado do oceano. Obrigada @ppkascintilantes pelo espaço, pela entrevista! Obrigada @primal_wisdom_yogi e @larissamiiller pelo carinho e pela surpresa. ♥♥♥ Obrigada Ada Lovelace por criar os algoritmos que transformaram a comunicação de forma que hoje é permitido às mulheres que se conectem de qualquer lugar do planeta. #MulherArtistaResista
Amadas, bora usar esse nosso código de conduta nas eleições? #EleNão
Você votaria em alguém que acha que um pedófilo é um coitadinho? Vídeo via @brasilcontrasap #EleNão
Odeio morar em um planeta onde sou obrigada a ensinar às pessoas que não se vota em nazista. Por sobrevivência, já que a turminha dele fez o lesbocídio aumentar 150% nos últimos anos. Já sabem, né? #EleNão #lesbopolitizar
Eu você não tomba porque sabe que tombo é algo que eu como com farinha pra levantar mais forte do que quando caí. Você não quer que eu caia mais uma vez sabendo que na próxima vez eu não vou hesitar em te derrubar. Você não quer perder pra mim. Então melhor correr. Melhor me deixar trabalhar. #MulherArtistaResista #ProjetoHisteria
Mães que votam: vocês já sonharam um dia com um país em que pedófilos sejam impedidos de estuprar crianças? Conseguem sonhar comigo e não só ficar sonhando, mas agir em busca de proteção à infância? O #ProjetoHisteria está ouvindo candidatas que querem assumir compromisso com essa causa. Vejam lá no meu projetinho @brasilcontrasap. #BrasilContraSAP #EleNão #maternidadereal #empreendedorismomaterno
Quer essa sapatona que vos fala viva, lutando contra pedófilos, lutando por um mundo mais justo, menos violento? #EleNão
Boa noite pra quem não vai votar no verme nazista. via @rebecaneg #elenão
Hoje de manhã tive encontro com as #MulheresCaminhantes , um projeto do @sampapesp com o Fórum das Mulheres da Zona Norte. Com o #MulheresCaminhantes , avaliamos os caminhos pelos arredores do Terminal Santana e estamos tomando medidas para nos fazermos ouvidas pelos órgãos públicos. Nós, do Fórum das Mulheres da ZN, com a nossa pluralidade de vozes e demandas, estamos há anos construindo juntas a resistência das mulheres nessa região tão militarizada e desigual. Tá vendo o núcleo de mulheres nessa selfie? Estamos organizando uma surpresa incrível que vai trazer muitas coisas boas para a região. Aguardem! #MulherArtistaResista #mulhernapolitica
MAMAS ♥ via @naracha_dom
Enquanto você vem com a vontade de me fazer acreditar que mereço solidão como castigo, eu tô voltando com os dedos molhados de um prazer que só eu mesma consigo me dar. Sozinha pode ser melhor. Quem concorda, me add. Eu sou #ProjetoHisteria e mixo narrativas contra a cultura do estupro. Pega eu, parça. #MulherArtistaResista
A melhor decisão da minha vida após a maternidade foi empreender. Já são anos sendo desacreditada por "quem me ama", mas essa não é a primeira vez. Quando disse que moraria sozinha e trabalharia em São Paulo também foi assim, "quem me ama" duvidou da minha capacidade e depois fez de conta que sempre havia acreditado nos meus potenciais. Acreditou até eu me tornar mãe. Foi eu parir que toda aquela confiança voltou à estaca zero, provando que, nessa vida, você é o que você tem. A diferença é que naquela época em que eu vim pra São Paulo, 11 anos atrás, eu tinha muita disposição e nada a perder. Agora eu tenho uma criança. Por isso eu decidi empreender. Porque vê-lo crescendo e ser referência de alguém que não desistiu de si mesma se tornou prioridade, afinal educação é exemplo, é mimese. Eu cresci vendo adultos frustrados com seus potenciais desperdiçados, trocados por vaidades que eram feridas pelas obrigações familiares. Sei que aos olhos da maioria eu pareço louca. Mas dançar na sala no meio de uma tarde enquanto meu filho brinca é a coisa mais valiosa da minha vida. Estou contente com as minhas decisões. Então não tente diminuí-las. Eu sei do meu valor. Estou persistindo onde muitos já teriam desistido. Não finja que isso não vale nada. #MulherArtistaResista #empreendedorismomaterno
Eu sei que dá medo. Medo de não conseguir ganhar dinheiro, de não sobreviver, de não pagar as contas, de não dar conta de bancar a sua vida, suas necessidades e as da(s) cria(s). O medo é o combustível do conservadorismo. Pelo medo da mudança, as pessoas escolhem o conservadorismo mesmo quando têm sede de mudar o mundo, de torná-lo menos desigual. Como vamos mudar o mundo lá fora conservando o que precisa ser reconfigurado nas nossas próprias vidas e comportamentos? Como vamos buscar um mundo menos desigual quando não conseguimos romper com o que limita os nossos próprios passos, nossos corpos, nossas palavras e afetos nesse planeta? Quais as consequências de tomar decisões baseada no medo? Você já sabe a resposta, você já fez isso antes. Você já sabe o que vai acontecer. O conservadorismo é caminho mais seguro para uma vida estável, uma vida que você pode prever quais porradas vai levar e ainda agradecer por você ter conseguido se acostumar a elas a ponto de nem mais notar a própria dor. Dissociada. Alienada de si mesma. Escondida. Ser disruptiva exige coragem, é verdade. Coragem para novas felicidades e novas dores também, dores sem receita de como lidar, dores que você vai invariavelmente sentir pois são novas, você não vai estar acostumada a elas dessa vez se você optar por ser disruptiva. Acontece que não é uma questão de escolha. É uma questão de quem você já é e que você só precisa assumir. Você é disruptiva. Você não cabe no mundo, não neste mundo que não te comporta, nesse mundo que te sufoca. Por que você iria querer cortar suas asas pra se conservar dentro dele se você pode voar? VOE. #MulherArtistaResista #maternidadereal #empreendedorismomaterno
Mas esse menino, coitado, vai crescer sem referencial masculino educado por uma mãe lésbica muito louca que pixou todas as paredes do apartamento onde mora. Pois é, olha como a existência dessa criança é medonha. Coitadinho. Chamem o conselho dutelar. #MulherArtistaResista
Você precisa escolher: debater gênero tem que fazer bem pro seu ego ou pras meninas brasileiras que estão grávidas ou já foram mães e estão presas por isso em casamentos infantis? Não tem meio termo. Ou você considera a opressão sexual, ou você desconsidera o fato de que o "segundo sexo" tem sido definido por um implícito "primeiro sexo" há milênios. Não é sobre como você decide se identificar, é sobre como crianças são desumanizadas pela imposição social de gênero. Se gênero fosse escolha as meninas não estariam sendo engravidadas e impedidas de abortar. Individualmente você se nomeie como quiser, mas politicamente vai ter que reconhecer a divisão sexual do trabalho e falar em exploração sexual e casamento infantil na América Latina. #PeloFimDoCasamentoInfantil
O rabo do meu cometa é exclusivamente dele até que ele possa brilhar sozinho.
next page →